quarta-feira, 30 de novembro de 2011

DIVÓRCIO e Laços de Família


DIVÓRCIO
          Pergunta - Sobre o divórcio, Chico, você é pessoalmente contra ou a favor? E o que dizem os amigos do Alto? É razoável uma consulta popular no Brasil a respeito?
          Chico Xavier - Cabe-nos declarar a nossa imensa veneração pelo casamento, pela organização da família, pelo caráter sagrado do lar e pela responsabilidade nos compromissos assumidos, no campo das relações sexuais, mas somos a favor do divórcio, pormenorizadamente estudado em lei para a consideração dos diversos casos em si. Isso porque, sempre que a união de dois seres possa envenenar-se a ponto de se comprometerem ambos com ameaças de suicídio ou homicídio, a separação é aconselhável. Não conseguimos admitir que Deus haja estabelecido o direito de alguém torturar legalmente outro alguém.

Estudando o Livro dos Espíritos - Allan Kardec.
        III – Laços de Família
        773. Por que, entre os animais, pais e filhos deixam de se reconhecer, quando os últimos não precisam mais de cuidados?
      — Os animais vivem a vida material e não a moral. A ternura da mãe pelos filhos tem por principio o instinto de conservação aplicado aos seres que dão á luz. Quando esses seres podem cuidar de si mesmos, sua tarefa está cumprida e a Natureza nada mais lhe exige. É por isso que ela os abandona para se ocupar de outros que chegam.
        774. Há pessoas que deduzem, do abandono das crias pelos animais, que os laços de família entre os homens não são mais que o resultado de costumes sociais e não uma lei natural. Que devemos pensar disso?
      — O homem tem outro destino que não o dos animais; por que, pois, querer sempre identificá-los? Para ele, há outra coisa além das necessidades físicas; há a necessidade do progresso. Os liames sociais são necessários ao progresso e os laços de família resumem os liames sociais; eis porque eles constituem uma lei natural. Deus quis que os homens, assim, aprendessem a amar-se como irmãos.
         775. Qual seria para a sociedade o resultado do relaxamento dos laços de família?
         — Uma recrudescência do egoísmo.
        Herbert Spencer considerou a família entre as instituições que dão forma à vida social; Marx e Engels, como o primeiro grupo histórico, a primeira forma de integração humana; Augusto Comte, como a célula básica da sociedade, o embrião e o modelo desta, de maneira que a sociedade perfeita é a que funciona como família. Atualmente, a Sociologia da Família e a Psicologia Social, bem como as próprias escolas de Psicologia do Indivíduo reconhecem a importância básica da família. O mesmo se dá nos estudos de Psicologia Educacional e de Filosofia da Educação. John Dewey, em Democracia e Educação, acentua  a importância do lar na organização social e na preparação da vida social. Como se vê, a asserção dos Espíritos de que “os laços de família resumem os liames sociais” são confirmados até mesmo pelos estudos materialistas da sociedade. (N. do T.)



Sendube / Realmente


Sendube
Tempesto timigas. Tamen  ĝi plifortigos nian
rezistemon, se ni scios ĝin ricevi.
Doloro disŝiras. Tamen  ĝi plibonigos nian koron, se
ni penos preni el ĝi profiton.
Luktado konsternas. Tamen  ĝi havigas al ni
nekalkuleblajn bonaĵojn, se ni akceptas ĝian helpon.
Nekompreno doloras. Tamen  ĝi donas al ni bonegan
okazon kompreni.
Malespero detruas. Tamen en  ĝi ni trovas okazon
tenadi trankvilecon.
Malamo nigrigas. Tamen  ĝi senvualigas benatan
horizonton por la elmontriĝo de amo.
Aflikto frakasas. Tamen  ĝi malfermas pordojn por
konsola ago.
Morala ekbato konsternas. Tamen el ĝi ni  ĉerpas
benindan renoviĝon.
Elprovado torturas. Tamen sen  ĝi lernado ne estas
ebla.
Malhelpaĵo  ĉagrenas. Tamen  ĝi estas efektiva faktoro
de altigo kaj kapabligo.
Andreo Ludoviko / Chico Xavier (Libro: Kristana Agendo).

            Realmente 
A tempestade espanta. Entretanto, acentuar-nos-á a resistência se soubermos recebê-la.
A dor dilacera. Mas aperfeiçoar-nos-á o coração, se buscarmos aproveitá-la.
A incompreensão dói. Contudo, oferece-nos excelente oportunidade de compreender.
A luta perturba. Todavia, será portadora de incalculáveis benefícios, se lhe aceitarmos o concurso.
O desespero destrói. Diante dele, porém, encontramos ensejo de cultivar a serenidade.
O ódio enegrece. No entanto, descortina bendito horizonte à revelação do amor.
A aflição esmaga. Abre-nos, todavia, as portas da ação consoladora.
O choque assombra. Nele, contudo, encontraremos abençoada renovação.
A prova tortura. Sem ela, entretanto, é impossível a aprendizagem.
O obstáculo aborrece. Temos nele, porém, legítimo produtor de elevação e capacidade.
André Luiz / Chico Xavier, (Livro:Agenda Cristã).


terça-feira, 29 de novembro de 2011

O Silêncio



O silêncio ajuda sempre:
Quando ouvimos palavras infelizes.
Quando alguém está irritado.
Quando a maledicência nos procura.
Quando a ofensa nos golpeia.
Quando alguém se encoleriza.
Quando a crítica nos fere.
Quando escutamos a calúnia.
Quando a ignorância nos acusa.
Quando o orgulho nos humilha.
Quando a vaidade nos provoca.
O silêncio é a gentileza do perdão que se cala e espera o tempo.
Meimei. / Chico Xavier
Da obra: Pai Nosso. 


segunda-feira, 28 de novembro de 2011

Caminho, tempo e escolhas...







Toda idéia que você venha a aceitar influenciará seu espírito; escolha os pensamentos do bem para orientar-lhe o caminho e o bem transformará sua vida numa cachoeira de bênçãos. 
André Luiz / Chico Xavier 
Minha pequena contribuição: A separação do joio do trigo está em nossas mãos; tanto as companhias físicas como as de ordem espirituais, somos nos quem as atrairmos com nossos pensamentos, gostos e aptidões. Na lei de afinidades, os afins se procuram e se complementam. Pense Nisto! Antônio Ramos.

Se auto-ame








Minha pequena contribuição: Para amarmos ao próximo temos que trabalhar em nós o auto-amor; se auto-valorizando, se auto-perdoando e diante das quedas e dos deslizes ter sempre em mãos o elixir dadivoso da persistência. Jesus nos asseverou: Aquele que persistir até o fim se salvará.  Eles nos convida para a arte do eterno recomeço. Pense Nisto! Antônio Ramos.

domingo, 27 de novembro de 2011

Helpu ĉiam / Ajude Sempre


Helpu ĉiam
Fronte al la nokto, ne akuzu mallumon. Lernu fari lumon.
Vi vane kondamnus marĉon. Helpu ĝin puriĝi.
Sur  ŝtonplena vojo, ne  ĵetu  ŝtonojn sur la aliajn. Faru el la ŝtonoj utilaĵojn.
Ne malbenu aliulan voĉbruadon. Donu ian profitan lecionon per via silento.
En malfacilaj situacioj ne estu perpleksa. Alfrontu ilin kun pura konscienco.
Vi vane kritikus dornarbeton. Forigu ĝin bonkore.
Ne riproĉu sterilan grundon. Anstataŭ tio, donu al ĝi sterkon.
Ne malbenu dezerton. Helpu fosi puton tra  ĝia brulanta sablo.
Elmontras nenian superecon malaprobi tiam, kiam  ĉiuj malaprobis. Helpu vian fraton per bona parolo.
Estas  ĉiam facile rimarki la malbonon kaj trovi  ĝian farinton. Tamen tio, kion la Kristo atendas de ni, estas eltrovi kaj faradi la bonon, por ke la Dia Amo estu glorata.
Andreo Ludoviko / Chico Xavier (Libro:Kristana Agendo) 

Ajude Sempre
Diante da noite, não acuse as trevas. Aprenda a fazer lume. 
Em vão condenará você o pântano. Ajude-o a purificar-se. 
No caminho pedregoso, não atire calhaus nos outros. Transforme os calhaus em obras úteis. 
Não amaldiçoe o vozerio alheio. Ensine alguma lição proveitosa, com o silêncio. 
Não adote a incerteza, perante as situações difíceis. Enfrente-as com a consciência limpa. 
Debalde censurará você o espinheiro. Remova-o com bondade. 
Não critique o terreno sáfaro. Ao invés disso, dê-lhe adubo. 
Não pronuncie más palavras contra o deserto. Auxilie a cavar um poço sob a areia escaldante. 
Não é vantagem desaprovar onde todos desaprovaram. Ampare o seu irmão com a boa palavra. 
É sempre fácil observar o mal e identificá-lo. Entretanto, o que o Cristo espera de nós outros é a descoberta e o cultivo do bem para que o Divino Amor seja glorificado.
 André Luiz / Chico Xavier (Livro: Agenda Cristã).


Imperativo do Perdão




Quanto mais conhecemos a nós mesmos, mais amplo em nós o imperativo de perdoar. 
André Luiz / Chico Xavier.
Se não é certo "atirar a primeira pedra" aos companheiros que tombam, será justo negar apoio aos que se levantam? 
André Luiz / Chico Xavier.



Minha pequena contribuição: O não julgar ao próximo somente é possível aos que já aprenderam a se auto-amar e ao se auto-perdoar; pois, em todas os deslizes ou falhas dos outros, ele se coloca no lugar do outro, e relembra da sentença do Mestre dos mestres: Atire a primeira pedra aquele que estiver sem pecados, aliado ao sagrado roteiro de luz: Aquilo que vos não gostarias de receber para vos, não faz ao teu próximo. Pense Nisto! Antônio Ramos.

sábado, 26 de novembro de 2011

NÃO SE ABORRECER



Ó Deus!
Ensina-me a não perder a calma. Diante das provações, das questões e problemas, oferece-me o Teu apoio para que eu não venha a me desequilibrar, nem a perder as oportunidades de treino e elevação que me oferecem.
Compreendo, Deus, que, ao me aborrecer, consumo energias que me podem ser úteis em certas coisas. Pior ainda, se adquiro o hábito da impaciência, uma contrariedade, ainda que pequena, será suficiente para me quebrar a calma e o ânimo. Desse hábito quero estar livre. Desejo sentir-me consciente e forte na hora de me manifestar.
Necessito ter domínio, sobre mim, pôr em prática o que sei. Para conseguir isso, busco a Ti, ao Teu infinito poder e supremo amor. Se eu me dominar, mais fácil será amar e servir, o que me proporcionará uma vida bela e feliz.
Obrigado, Deus, muito obrigado!
Assim seja!
Do livro: Fala com Deus
Autor: Lourival Lopes



SUPERAÇÃO



As dores e sofrimentos são oportunidades de crescimento pessoal que, suportados, fazem-lhe crescer psicológica e espiritualmente.
O otimismo, conseqüente da vitória, inunda o sistema imunológico, este, por sua vez, responde com maior resistência orgânica.
Assim, diante dos desafios dolorosos, use de serenidade para obter a superação paulatina e de energia para a manutenção dos resultados obtidos.
Do livro: REFLEXÕES PARA A SAÚDE
Autor: PÚBLIO CARÍSIO DE PAULA




Vacinas da Alma


Não permita que o seu modo de falar se transforme em agressão.
Quando alguém nos solicite repetir nomes ou frases, atendamos a isso, pacientemente, sem alterar a própria voz.
Ao falar, evite comentários ou imagens contrárias ao bem, longe de qualquer interesse para quem ouve.
Desprimorar os outros é o mesmo que desprimorar-nos.
Trazer assuntos infelizes à conversação, lamentando ocorrências que já se foram, significa requisitar a poeira ou o lodo de caminhos já superados, complicando paisagens alheias.
Atacar alguém será destruir hoje o nosso provável benfeitor de amanhã.
Diante de ofensas ou injúrias, coloque semelhantes pedras do desequilíbrio na santa sexta do perdão, para que se desfaçam nas fontes do esquecimento.
Abstenha-se de exagerar sintomas ou deficiências com os fracos e com os doentes, porque isso viria fazê-los mais doentes e mais fracos.
Sem qualquer afetação ou bajulice, na base da esperança e da bondade, não existe ninguém que não possa ajudar conversando.
Observe que do campo mental aos lábios temos um trajeto claramente controlável para as nossas manifestações e, por isso mesmo, tão-logo a idéia negativa nos alcance a cabeça, busquemos arredá-la, de vez que um pensamento pode ser substituído, de imediato, no silêncio do espírito, ao passo que a palavra solta é sempre um instrumento ativo em circulação.
Sempre que nos decidirmos a usar esse processo de imunização muitos males e provações serão automaticamente afastados para a sustentação da paz em nós mesmos.

Pelo Espírito ANDRÉ LUIZ
Do livro: BUSCA E ACHARÁS
Psicografia de CHICO XAVIER


quinta-feira, 24 de novembro de 2011

Preventa medikamento / Medicação Preventiva


Preventa medikamento
Multe pensu, antaŭ ol diskuti. Diskutanto estas
kelkfoje nura senpripensulo.
Ne tro uzu kuraĝon. Troa kuraĝo ofte estas nur
malsaĝeco.
Atentu vian manieron praktiki la veron. Multaj homoj,
kiuj supozas sin veramaj, estas portiloj de konfuzo kaj
senkuraĝigo.
Agu inteligente en  ĉiaj situacioj; tamen ne forgesu,
ke multaj inteligentaj homoj estas efektivaj friponoj.
Estu fortanima en la  ĉiutaga batalado; tamen ne
forgesu, ke multaj bravaj kamaradoj estas senkonsciaj
memmortigantoj.
Estimu efikecon, tamen, pretekstante rapidecon, ne
agu senpripense.
Ne alfrontu danĝeron, sen rimedoj por  ĝin nuligi.
Kion ni rigardas kiel kuraĝon, tio ofte estas nur frenezaĵo.
Estu  ĉiam brava en via sintenado. Memoru tamen,
ke braveco ne konsistas en ajna venko, sed ja en tio,
ke oni gajnu al si la kontraŭulon per paca laboro.
Estu bonanima, tamen modera en viaj entreprenoj.
Inter aŭdaco kaj krimo estas la distanco de nur kelke
da paŝoj.
Montru vin afabla kaj milda sur via vojo. Ne konsumu
tamen vian tempon per senutila babilado.
Andreo Ludoviko / Chico Xavier (Kristana Agendo).

Medicação Preventiva
Pense muito, antes da discussão. O discutidor, por vezes, não passa de estouvado.
Use a coragem, sem abuso. O corajoso, em muitas ocasiões, é simples imprudente.
Observe os seus métodos de cultivar a verdade. Muitas pessoas que se presumem verdadeiras, são veículos de perturbação e desânimo.
Proceda com inteligência em todas as situações. Não se esqueça, porém, de que muitos homens inteligentes são meros velhacos.
Seja forte na luta de cada dia. Não olvide, contudo, que muitos companheiros valentes são suicidas inconscientes.
Estime a eficiência. No entanto, a pretexto de rapidez, não adote a precipitação.
Não enfrente perigos, sem recursos para anulá-los. O que consignamos por desassombro, muita vezes é loucura.
Guarde valor em suas atitudes. Recorde, entretanto, que o valor não consiste em vencer, de qualquer modo, mas em conquistar o adversário no trabalho pacífico.
Tenha bom ânimo, mas seja comedido em seus empreendimentos. Da audácia ao crime, a distância é de poucos passos.
Atenda a afabilidade e a doçura em seu caminho. Não perca, porém, o seu tempo em conversas inúteis.
André Luiz. / Chico Xavier. Da obra: Agenda Cristã.




quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Divino




É da Lei que o Divino se identifique com o que seja Divino, porque ninguém contemplará o céu se acolhe o inferno no coração. 
Emmanuel / Chico Xavier


Nossa Personalidade




Personalidade sem luta, na Crosta Planetária, é alma estreita. Somente o trabalho e o sacrifício, a dificuldade e o obstáculo, como elementos de progresso e auto-superação, podem dar ao ser a verdadeira notícia de sua grandeza.
Emmanuel / Chico Xavier


Minha gratidão: A todos os amigos que enriqueceram a minha vida no correr deste ano, que breve se finda; com seus carinhos e afetos, também aos meus "inimigos", pois, sem eles eu não teria a oportunidade de testificar o meu lado Crístico ou Divino. Pelas dificuldades e obstáculos encontrados pelo caminho, que me fizeram mais forte e experiente. E acima de tudo a Deus, Jesus, Nossa Senhora e aos Espíritos Superiores, que sempre me deram respaldo luz.  Antônio Ramos.

terça-feira, 22 de novembro de 2011

En gravaj momentoj / Nos momentos graves


En gravaj momentoj
Estu flegma. La vivo povas esti bona stato de lukto,
sed militstato neniam estos bona vivo.
Ne tro rapide decidu. La  cirkonstancoj, fruktoj de
la Superaj Planoj, ĉiuminute aliigas niajn spertojn.
Evitu neoportunajn larmojn. Ploro povas kompliki la
enigmojn, anstataŭ ilin solvi.
Se vi grave eraris, ne  ĵetu vin en malesperon.
Restariĝo estas la plej bona rimedo de la falinto.
Estu pacienca. Se vi ne sukcesas vin regi, vi vane
klopodos pri kompreno  ĉe iu, kiu vin ankoraŭ ne
komprenas.
Se via afero estas tro kompleksa, atendu ankoraŭ
unu tagon aŭ unu semajnon, por solvi  ĝin. La tempo ne
vane pasas.
Pretekstante defendi iun, ne enŝoviĝu en bruantan
rondon. Kelkaj homoj faras multe da bruo pro simpla afero
de gusto.
Estu modera en viaj decidoj kaj sintenoj. En gravaj
momentoj nia spirita realeco estas pli videbla.
Pri  ĉia konsiderado de la personeco de viaj
kunparolantoj aŭ de aliaj homoj estu singarda. En aliaj
okazoj, aliaj personoj estos vokitaj paroli pri vi.
Neniam proklamu viajn proprajn meritojn,  ĉar  ĉia
bonega kvalito estas duba en la kadro de niaj akiraĵoj.
Memoru, ke virto estas ne voĉo parolanta, sed potenco
disradianta.
Andreo Ludoviko / Chico Xavier (Kristana Agendo).

Nos momentos graves
Use calma.
A vida pode ser um bom estado de luta, mas o estado de guerra nunca será uma vida boa.
Não delibere apressadamente.
As circunstâncias, filhas dos Desígnios Superiores, modificam-nos a experiência, de minuto a minuto.
Evite lágrimas inoportunas.
O pranto pode complicar os enigmas ao invés de resolvê-los.
Se você errou desastradamente, não se precipite no desespero.
O reerguimento é a melhor medida para aquele que cai.
Tenha paciência.
Se você não chega a dominar-se, debalde buscará o entendimento de quem não o compreende ainda.
Se a questão é excessivamente complexa, espere mais um dia ou mais uma semana, a fim de solucioná-la. O tempo não passa em vão.
A pretexto de defender alguém, não penetre o círculo barulhento. Há pessoas que fazem muito ruído por simples questão de gosto.
Seja comedido nas resoluções e atitudes.
Nos instantes graves, nossa realidade espiritual é mais visível.
Em qualquer apreciação, alusiva a segundas e terceiras pessoas, tenha cuidado.
Em outras ocasiões, outras pessoas serão chamadas a fim de se referirem a você.
Em hora alguma proclame seus méritos individuais, porque qualquer qualidade excelente é muito problemática no quadro de nossas aquisições.
Lembre-se de que a virtude não é uma voz que fala, e, sim, um poder que irradia.
Livro: Agenda Cristã - André Luiz / Chico Xavier




Frases de Mario Quintana



"A amizade é um amor que nunca morre".
"O tempo não pára! Só a saudade é que faz as coisas pararem no tempo...".
"O segredo é não correr atrás das borboletas... É cuidar do jardim para que elas venham até você".
"Não importa saber se a gente acredita em Deus: o importante é saber se Deus acredita na gente...".
"Reflexão de Lavoisier ao descobrir que lhe haviam roubado a carteira: nada se perde, tudo muda de dono".
"Tudo o que acontece é natural - inclusive o sobrenatural".
"O amor só é lindo, quando encontramos alguém que nos transforme no melhor que podemos ser."

Mário de Miranda Quintana (Alegrete30 de julho de 1906 — Porto Alegre5 de maio de 1994) foi um poetatradutor e jornalista brasileiro.
Mário Quintana era filho de Celso de Oliveira Quintana e de Virgínia de Miranda, fez as primeiras letras em sua cidade natal, mudando-se em 1919 para Porto Alegre, onde estudou no Colégio Militar, publicando ali suas primeiras produções literárias. Trabalhou para a Editora Globo, quando esta ainda era uma instituição eminentemente gaúcha, e depois nafarmácia paterna.
Considerado o "poeta das coisas simples", com um estilo marcado pela ironia, pela profundidade e pela perfeição técnica, ele trabalhou como jornalista quase toda a sua vida. Traduziu mais de cento e trinta obras da literatura universal, entre elas Em Busca do Tempo Perdido de Marcel ProustMrs Dalloway de Virginia Woolf, e Palavras e Sangue, de Giovanni Papini.
Em 1953, Quintana trabalhou no jornal Correio do Povo, como colunista da página de cultura, que saía aossábados, e em 1977 saiu do jornal.
Em 1940, ele lançou o seu primeiro livro de poesias, A Rua dos Cataventos, iniciando a sua carreira de poeta, escritor e autor infantil. Em1966, foi publicada a sua Antologia Poética, com sessenta poemas, organizada por Rubem Braga e Paulo Mendes Campos, e lançada para comemorar seus sessenta anos de idade, sendo por esta razão o poeta saudado na Academia Brasileira de Letras por Augusto Meyer eManuel Bandeira, que recita o poema Quintanares, de sua autoria, em homenagem ao colega gaúcho. No mesmo ano ganhou o Prêmio Fernando Chinaglia da União Brasileira de Escritores de melhor livro do ano. Em 1976, ao completar setenta anos, recebeu a medalha Negrinho do Pastoreio do governo do estado do Rio Grande do Sul. Em 1980 recebeu o prêmio Machado de Assis, da ABL, pelo conjunto da obra.

Frases de Martin Luther King



"O perdão é um catalisador que cria a ambiência necessária para uma nova partida, para um reinício".
"O que me preocupa não é o grito dos maus. É o silêncio dos bons".
"Pouca coisa é necessária para transformar inteiramente uma vida: amor no coração e sorriso nos lábios".
"Nós nao podemos nos concentrar somente na negatividade da guerra, mas tambem na positividade da paz".
"Aprendemos a voar como os pássaros, a nadar como os peixes; mas não aprendemos a simple arte de vivermos junto como irmãos".
"Eu tenho um sonho. O sonho de ver meus filhos julgados por sua personalidade, não pela cor de sua pele".
"O que me preocupa não é nem o grito dos corruptos, dos violentos, dos desonestos, dos sem caráter, dos sem ética... O que me preocupa é o silêncio dos bons".

Martin Luther King , Jr. (Atlanta15 de janeiro de 1929 — Memphis4 de abril de1968) foi um pastor protestante e ativista político estadunidense. Tornou-se um dos mais importantes líderes do movimento dos direitos civis dos negros nos Estados Unidos, e no mundo, com uma campanha de não violência e de amor ao próximo. Ele foi a pessoa mais jovem a receber o Prémio Nobel da Paz em 1964, pouco antes de seu assassinato. Seu discurso mais famoso e lembrado é "Eu Tenho Um Sonho".

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Afeições



O amor não é cego.
Vê sempre as pessoas queridas
tais quais são
e as conhece, na intimidade,
mais do que os outros.
Exatamente por dedicar-lhes
imenso carinho,
recusa-se a registrar-lhes
os possíveis defeitos,
porquanto sabe amá-las
mesmo assim.
Chico Xaviewr - Da obra: Caminhos. Ditado pelo Espírito Emmanuel.


Bonan tagon!
Ke via semajno estos plenaj de bonaferoj kaj pli da amo!
Kisojn.

sábado, 19 de novembro de 2011

Dum la konversacioj / Nas Conversações


Dum la konversacioj
Ne koleru kontraŭ via kunparolanto, kiam li ne
respondas al via atendo. Eble vi ne uzis sufiĉe klaran
esprimon.
Se demandito ne tuj atentas vin, ne protestu. Li eble
estas balbutulo, kaj se li ne estas tio, lia malĝentileco
per si mem estas malfeliĉo.
Kiam iu ne donos al vi la petitan informon kun la
preteco, kiun vi deziras, ne  ĉagreniĝu. Rememorigu al
vi, ke surdeco povas atingi ĉiujn.
Evitu temojn, kiuj malplaĉas al aŭdanto. Ni  ĉiuj
bedaŭrinde havas dolorigajn punktojn, pri kiuj ni bezonas
silenti.
Ne sencele demandu. Kiu multe demandas, tiu forte
vundas.
Estu  ĝentila al la oficistoj en ia ajn institucio aŭ
establejo, kie vi troviĝas. En tiuj lokoj via menso ne estas
premata de zorgoj kaj ne konas la problemojn de tiu,
kiu venas servi al vi.
Estu lojala, tamen detenu vin de vundanta malkaŝemo.
Sub la preteksto esti realisto, ne volu esti pli vera ol
Dio, nur de kies Amplena Aŭtoritato ni ricevas la
revelaciojn kaj laborojn de ĉiu tago.
Se iu via amiko vundas al vi la orelon per respondo
ne  ĝentila, tenu vin trankvile kaj atendu la tempon. Li
eble jam  ĝentile respondis naŭdek naŭ fojojn al aliaj
personoj aŭ eble ĵus suferis gravan perdon.
Helpu konversaciante. Bona parolo ĉiam bonefikas.
Memoru, ke la malbono neniam meritas komentarion.
Andreo Ludoviko / Chico Xavier (Libro: Kristana Agendo).

Nas Conversações
Não se irrite com o interlocutor, se não lhe corresponde à expectativa. Talvez não tenha sido você suficientemente claro na expressão.
Se o interpelado não atende, de pronto, cale as reclamações. É provável que ele seja gago e, se o não for, a descortesia é uma infelicidade em si mesma.
Quando alguém não lhe der a informação solicitada, com a presteza que você desejaria, não se aborreça. Recorde que a surdez pode atacar a todos.
Evite os assuntos desconcertantes para o ouvinte. Todos temos zonas nevrálgicas no destino, sobre as quais precisamos fazer silêncio.
Não pergunte a esmo. Quem muito interroga, muito fere.
Cultive a delicadeza com os empregados de qualquer instituição ou estabelecimento, onde você permaneça de passagem. Sua mente, quase sempre, está despreocupada em semelhantes lugares e ignora os problemas de quem foi chamado a servi-lo.
Seja leal, mas fuja à franqueza descaridosa. A pretexto de ser realista, não pretenda ser mais verdadeiro que Deus, somente de cuja Autoridade Amorosa recebemos as revelações e trabalhos de cada dia
Se o companheiro lhe fere o ouvido com má resposta, tenha calma e espere o tempo. Possivelmente já respondeu com gentileza noventa e nove vezes a outras pessoas, ou, talvez, acabe de sofrer uma perda importante.
Ajude, conversando. Uma boa palavra auxilia sempre
Lembre-se de que o mal não merece comentário em tempo algum.
Andre Luiz / Chico Xavier - Da obra: Agenda Cristã.



Oração

Oração

Nossa Receita