domingo, 3 de abril de 2016

Sol Sublime – Joanna de Ângelis.

Estivesse o homem entregue à própria sorte, e a existência, na Terra, seria insuportável.
Os liames com o passado de onde procede retê-lo-iam no primitivismo.
As imposições atávicas dificultar-lhe-iam vencer os degraus mais difíceis da escala da evolução, e motivo algum lucilaria na sua mente produzindo estímulo para o esforço.
Os passos iniciais são sempre mais demorados e de logro mais complicado.
Á medida que se firmam os pés ensejando a verticalidade, mais fáceis se tornam as tentativas de êxito para a marcha.
O amor de Deus faculta que os anjos guardiães, responsáveis pela evolução dos seres, inspirem e emulem os homens ao crescimento, favorecendo o desabrochar das potencialidades que dormem latentes em todos.
Eles velam com carinho e geram recursos que podem ser movimentados para a ascensão.
Cada conquista faculta mais largos horizontes a vencer.
Ampliando-se o raio de ação, mais se agigantam as possibilidades de desenvolvimento.
Á frente de todas as experiências vitoriosas, estão esses Guias incansáveis, estimulando-os.
Nunca te consideres, portanto, em abandono, a sós, esquecido.
Quando as dificuldades te advierem,  compreende que estás sob avaliação para seres promovido.
Enfrentando enfermidade ou incompreensão, logica sobre o amor do Pai e alegra-te com a experiência de fixação de forças morais nos painéis da alma.
Sofrendo os aguilhões dos processos degenerativos que as enfermidades produzem, considera que o corpo é somente veste transitória, mas tu és vida imperecível.
Todo triunfo se assenta sobre as lutas ganhas e as dificuldades superadas.
A raiz da árvore gigante e florida permanece frágil no seu extremo, perfurando o solo e nutrindo-se.
A água deixa as impurezas, espremida nos poros das pedras pelas quais se coa.
Assim também são os mecanismos da evolução para conosco.
Solidão é palavra absurda para quem ama, e queixa de abandono representa desconhecimento das leis da vida.
Busca sintonizar com os teus Guias Espirituais e galgarás sucessivos patamares do progresso e da paz.
Jesus prometeu-nos que nos não deixaria a sós, e, mesmo desde antes de se nos desvelar, sempre esteve e permanece conosco, na condição de Sol sublime, atraindo-nos na Sua direção.
Joanna de Ângelis / Divaldo P. Franco
Livro: Momentos de Harmonia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Oração

Oração

Nossa Receita