terça-feira, 10 de fevereiro de 2015

Oração de um sofredor

Meu Deus, és soberanamente justo, todo sofrimento, neste mundo, há pois, de ter a sua causa e a sua utilidade.
Aceito a aflição que acabo de experimentar como expiação de minhas faltas passadas e como prova para o meu futuro.
Bons Espíritos que me protegeis, daí-me para suportá-la sem lamentos.
Fazei que ela me seja um aviso salutar; que me acresça a experiência que abata em mim o orgulho, a ambição, a tola vaidade e o egoísmo, e que contribua assim para o meu adiantamento.
Ó meu Deus, dá-me forças para suportar as provações que te aprouve
destinar-me. Submeto-me resignado, ó meu Deus, mas a criatura é tão fraca, que temo sucumbir, se me não amparares.
Não me abandones, Senhor, que sem ti nada posso.
Deus onipotente, que vês as nossas misérias, digna-te de escutar, benevolente, a súplica que nesse momento te dirijo.
Se é desarrazoado o meu pedido, perdoa-me; se é justo e conveniente segundo as tuas vistas, que os bons espíritos, executores das tuas vontades, venham em meu auxílio para que ele seja satisfeito. Como quer que seja, meu Deus, faça-se a tua vontade.
Se os meus desejos não forem atendidos, é que está nos teus desígnios experimentar-me e eu me submeto. sem me queixar.
Faze que por isso nenhum desânimo me assalte e que nem a minha fé nem a minha resignação sofram qualquer abalo.
Terezinha Oliveira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Oração

Oração

Nossa Receita