terça-feira, 31 de maio de 2016

Em Primeiro Lugar – Bezerra de Menezes.

Filhos, o Evangelho é o legado de amor do Divino Mestre para a Humanidade. Vivenciai-o e sereis felizes.
O problema do homem não é com Deus, mas, sim, com o próximo.
Não é pela falta de fé que o homem tem fracassado; aliás, desde os primórdios, ele tem procurado reverenciar o Criador, na exteriorização de sua religiosidade natural...
A questão básica da felicidade humana está relacionada à vivência do amor - o sentimento que supera todo rótulo de crença e que transcende qualquer indagação de natureza filosófica.
Quem aplica o Evangelho à sua própria vida demonstra um conhecimento prático das Leis em que a existência se estrutura, intuindo o que lhe é essencial na compreensão da Verdade.
Quando o homem aprender a se relacionar com o semelhante, ele terá resolvido, através do exercício do amor, todos os problemas de origem filosófica que o aturdem há séculos sem data.
Revivendo o Evangelho, o Espiritismo conclama os seus adeptos a amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a si mesmos. Todos os artigos de fé da Doutrina, por mais arrojados intelectualmente, não teriam sentido algum sem que o amor lhes constituísse o ponto central.
A fé raciocinada pretende, sobretudo, a renovação do homem. O conhecimento da Reencarnação, da Lei de Causa e Efeito, da Mediunidade e da Vida em suas múltiplas nuances, objetivam única e tão-somente tornar a criatura mais lúcida quanto ao próprio destino.
A rigor, em sua atual conjuntura evolutiva, o homem tem reencarnado mais para aprender a amar do que para saber o que ainda ignora. Filhos, Doutrina Espírita sem Evangelho seria uma lâmpada sem luminosidade.
Não vos esqueçais do que nos disse o Mestre, quando nos recomendou que, em primeiro lugar, buscássemos o Reino de Deus e a sua Justiça, afirmando que as demais coisas nos seriam dadas por acréscimo.
Livro: A Coragem da Fé.
Bezerra de Menezes / Carlos A. Baccelli.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Oração

Oração

Nossa Receita