domingo, 8 de junho de 2014

Ter paciência.

Não sejas “estopim curto”.
Por causa do “estopim curto”, o lutador perde a luta, e o comerciante, a frequesia; o doente abandona o tratamento; a mãe maltrata o filho; o casal se separa; e muitas outras coisas mais.
Com paciência, no entanto, o artista termina a obra, o negócio próspera, a saúde retorna, o bem se efetiva, a paz retorna o lar, e tudo prossegue em paz.
Domina os teus nervos.
Quando o sangue fervilhar nas veias, cala-te e espera a “onda” passar.
Tem paciência.
Por se achar muito próximo da bomba, o “estopim curto” é o primeiro ser atingido.
Livro: Ânimo.
Lourival Lopes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Oração

Oração

Nossa Receita