quinta-feira, 9 de janeiro de 2014

AMBIENTE DO BEM - Miramez

Os pensamentos bons têm o poder de anular as correntes mentais inferiores, arejando o sistema nervoso contra as investidas agressivas da vingança e do ódio.
Conhecer o bem e os seus efeitos nos leva a uma escala mais alta na hierarquia dos seres, e praticá-lo, conscientemente por amor, é prova de que todos os degraus passados se uniram, para que a fé os transformasse em uma só força indissolúvel, capaz de remover os maiores obstáculos.
Muitos livros nos ensinam que a prática do bem em todas as suas formas depende de condicionamento no lar, no indivíduo, na sociedade e no próprio país em que se habita. Certamente até no próprio planeta, concordamos. No entanto, para nascerdes no ambiente propício ao bem, é justo que mereçais e, para que o merecimento se faça, indubitavelmente, a alma tem de iniciar esse ambiente maravilhoso dentro dela. Não pode existir esse condicionamento harmonioso no coração e na mente, sem a presença do esforço próprio.
O "buscai e achareis" do Filho de Deus é uma assertiva de luz, que confirma nossa conversa. Os primeiros toques são individuais -pertencem a cada um - para que as forças exteriores encontrem caminho livre na ajuda progressiva. O agricultor abre o seio da terra, deposita a semente e a entrega à natureza, que faz o resto na engenhosa expansão da vida. Se quereis viver um amanhã de compreensão, de fraternidade e de amor, não esmoreçais no dia de hoje, aproveitando o máximo do tempo na caridade e na amabilidade para com os outros.
Esses gestos, essas idéias, esses pensamentos, por lei, vão condicionando as fibras mais sensíveis da alma, e tornando-a propensa à natureza evangélica. Se por acaso encontrardes dificuldades, se porventura a própria natureza física se desregular por causa de uma reforma empreendida na mente e nos sentimentos, não esmoreçais. Continuai, porque esse desequilíbrio é passageiro, prenuncia que verdadeiramente está se fazendo o trabalho.
Para ser construído um edifício novo, onde existe um velho, é imprescindível desmanchá-lo e, com o tempo, vereis a imponência e a beleza da obra. A força do bem é irresistível, em toda a área da vida. É elixir curativo para todas as enfermidades que nos levam à inquietação. O coração, acostumado às boas maneiras, ascende a repuxos incalculáveis de que a razão desconfia, por não perceber de imediato a multiplicação do amor.
A serenidade de consciência tem um preço por demais alto. Não havendo maturidade de espírito, acaba se esmorecendo antes da aquisição. E o ouro para esse câmbio divino é extraído no garimpo da própria alma, em lutas acerbas; os entulhos a remover são toneladas, em forma de imperfeições manifestadas pêlos sentimentos e carregadas pela ignorância. A rocha é dura de ser vazada, todavia, o trabalho é nosso. Comecemos, que Jesus está pronto para nos ajudar.
Já notastes como se começa a construir uma casa? Pedra a pedra, tijolo a tijolo e sucessivos esforços diminutos, até que a obra se unifica,,. como um todo a ser útil.
O santuário interior não foge à regra. O estudante da verdade e um pedreiro, é um operário, que deve iniciar condicionando os pensamentos no bem, estes tomando formas de idéias, e estas de ações, orando e vigiando para que o desânimo não invada o campo de labor e, no amanhã, os frutos dos esforços não sejam em vão.
O grande templo é a resposta, que servirá para muitos que vêm na retaguarda.
Transformar-se-á em uma fonte espiritual, da qual, quanto mais se retira água, mais se multiplica.
Meus filhos, façamos o bem, onde estivermos e da maneira que as nossas forças suportarem, pois é pela prática que o esmero se apresenta, e a natureza divina se ambienta na natureza humana. Começai pensando no bem, falando no bem, ou escrevendo sobre o bem, que ele, com o tempo, vos acompanhará para sempre.
Livro: Horizontes da Mente.
Miramez / Joao Nunes Maia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Oração

Oração

Nossa Receita