terça-feira, 1 de setembro de 2015

Atmosfera espiritual do Centro Espírita.


A Coordenação das atividades de um Centro Espírita bem orientado é praticamente automática, resultando do clima fraterno em que todos se sentem como em família, ajudando-se mutuamente.
É nessa comunhão de esforços que os espíritas podem concretizar as realizações mais fecundas.
Mas se no Centro infiltra-se o espírito mesquinho das intrigas, das pretensões descabidas, das aversões inferiores, os dirigentes necessitam de muita paciência e tolerância para quebrar as arestas e estabelecer a atmosfera espiritual. Nunca, porém, deveriam renunciar aos deveres, o que seria uma deserção, a menos que o façam reconhecendo humildemente os seus erros e continuando no Centro para servir melhor, em cargos inferiores, ou mesmo sem cargo.
Nada mais triste do que um Centro Espírita em que alguns se julgam mestre dos outros, quando na verdade ninguém sabe nada e todos deviam colocar-se na posição exata de aprendizes. Os serviços mais urgentes de uma casa Espírita são os de instruções doutrinária de velhos e novos adeptos, tanto uns como os outros, carentes de conhecimento doutrinário.
Livro: O Centro Espírita
Jose Herculano Pires.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Oração

Oração

Nossa Receita