terça-feira, 1 de setembro de 2015

Doença e Cura – Irmão José

Se estás doente, não menosprezes a oportunidade de meditação que a doença de oferece.
Aparta o espírito do corpo e reflete na transitoriedade de tudo o que te rodeia.
Conserva, sim, a esperança de cura, mas não te enganes quanto à fatalidade do teu desenlace que, mais cedo ou mais tarde, ocorrerá.
Prepara-te para o inevitável confronto com a Verdade.
Desapega-te do que te retém o espírito no cativeiro da ilusão.
Desperta da profunda letargia em que viveste até hoje e valoriza o tempo que te resta no corpo perecível.
Se readquirires o equilíbrio orgânico, não olvides que, mais tarde voltarás a enfermar.
A desencarnação é lei natural.
Não te ocupes de ti mesmo, apenas quando te vejas na iminência de morrer.
Pior que a doença física é a do espírito, que sobrevive à morte do corpo.
Cura-te, em profundidade.
Quase sempre, em quem nada sofre, seja no corpo ou na alma, o processo de cura sequer começou.
Livro: Dias Melhores.
Irmão José / Carlos A. Baccelli.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Oração

Oração

Nossa Receita