quinta-feira, 17 de setembro de 2015

Diálogo – Irmão José

Não tenhas receio de te expor a um amigo, através da palavra.
E nem te cause estranheza o que alguém venha te dizer a respeito de si mesmo.
Não há quem não necessite da complacência dos ouvidos alheios.
Quão raros são os que sabem escutar!
O receio de não serem compreendido faz com que muitos se calem e carreguem sozinhos a cruz que lhes pesa na alma.
No entanto, em qualquer diálogo, a não ser com o sincero propósito de auxiliar, nunca menciones as falhas de um terceiro.
Falem de si, entre si, mas não dos outros, na ausência dos outros.
Todos, um dia, haverão de se desnudar e de revelar-se como são.
Substitui a crítica pela compaixão.
Na verdade sobre os outros, há sempre algo de tua própria verdade que preferes ignorar.
Escuta-os, pois, como se, falando de si, estivessem falando de ti mesmo.
Livro: Dias Melhores.
Irmão José / Carlos A. Baccelli.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Oração

Oração

Nossa Receita