terça-feira, 1 de novembro de 2016

O Instrumento - Scheilla.

Onde estiveres agradece ao Senhor o instrumento da purificação.
Ninguém vive sem ele.
Aqui, é o esposo de trato difícil.
Além, é a companheira de presença desagradável.
Acolá, é o filho rebelde.
Mais além é a filha inconseqüente.
Hoje, é o amigo que se confiou à incompreensão.
Amanhã, será o chefe áspero.
Depois, será o subalterno distraído.
Agora, é o companheiro que desertou.
Mais tarde será o adversário, compelindo-te à aflição.
Silencia, aproveita e segue adiante.
A pedra recebe do martelo que a estilhaça, a dignidade com que se faz útil à construção.
O metal deve a pureza que lhe é próprio ao cadinho esfogueante que o martiriza.
Não olvides que o corpo é o santuário de possibilidades divinas em que temporariamente te refugias para recolher a lição do progresso.
Cada caminho cede lugar a outro caminho.
Cada experiência conduz a experiência maior.
Toda luta é pão espiritual e toda dor é impulso a sublime ascensão.
Aprendamos, pois, a entesourar os dons da vida, respeitando os ensinamentos que o mundo nos impõe, na certeza de que, entre a humildade e o trabalho, alcançaremos um dia, os cimos da glória eterna.
Livro: Ideal Espírita.
Espíritos Diversos / Chico Xavier e Waldo Vieira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Oração

Oração

Nossa Receita