segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014

Teus Ouvidos - Ayrtes

Já observaste os teus ouvidos e procuraste entender a função moral e espiritual dos mesmos? Pedimos-te que analises o que ouves todos os dias, selecionando a fala alheia, para não depositar lixo na consciência; foi alguém que falou o que ouvimos; entretanto, a responsabilidade é nossa de guardar o que escutamos dos outros. Para isso, temos uma razão: não examinas a água que vais beber, a comida que vais comer e mesmo a roupa que vais vestir? Por que não submeter ao mesmo rigor o alimento para a alma, que entra por teus ouvidos? Não deves te esquecer de filtrar as palavras que ouves; sendo elas transmitidas no clima da maledicência, carreará para a tua consciência o peso da discórdia e a aspereza da agressão.
Se desaprovarmos, pelos métodos que o Evangelho nos ensina, as palavras contundentes, que ferem e que desconhecem o amor, fechamos as vias internas por onde elas deveriam passar e se gravar na memória. Esta é uma ciência que deves aprender; os sábios procedem desta forma e os santos não se esquecem de silenciar ante os críticos e maledicentes. Teus ouvidos são canetas que escrevem na consciência, e a tinta é a tua disposição; se quiseres, escreverás o que ouves; se não, nada feito; conservar-te-ás em paz, somente registrando o que o bom senso achar conveniente à tua felicidade.
Faze caridade a ti mesmo, pelos canais de teu ouvido. Ouve tudo, mas nem tudo podes gravar; vê tudo, mas nem tudo podes aceitar; analisa tudo, entretanto, nem tudo pode servir de roteiro para a tua vida.
A palavra desta mensagem é Caridade, força poderosa que nos encaminha para a salvação. ambiente divino capaz de levar as criaturas para a felicidade, ambiente dos anjos, onde trabalham e servem a Deus na plenitude do amor. Força poderosa que sustenta todas as religiões, filosofias e a própria ciência, porque onde não existe amor, não poderá existir vida. Estamos querendo falar da Caridade em tua casa e para que compreendas melhor essa beneficência, é de grande proveito que conheças o Evangelho de Jesus e para tanto, abre o culto do Evangelho em teu lar, pelo menos uma vez por semana, que os Benfeitores da eternidade te ajudarão a compreendê-la nas linhas do verdadeiro amor; esse já é um ato de Caridade para contigo mesmo. Reúne, se possível, os teus familiares em uma conversação evangélica, que dali partirão inúmeros benefícios para o teu coração, desde que o teu esforço de melhorar esteja presente em todas as demandas do aprendizado.
Nunca penses que o culto que sustentas em tua casa é Caridade para com os outros; o maior beneficiado és tu mesmo - e talvez, o mais carente de socorro espiritual. Vê o que tens de consertar em tua conduta e não te esqueças de cortar as arestas das tuas imprudências, que neste exercício
Deus Se fará presente por meios invisíveis, mas tão seguros, que garantirá a paz no teu coração e na tua casa.
Confia e espera, trabalha e aprimora, porque é pelo teu exemplo que ajudarás mais aos teus companheiros, principalmente àqueles que convivem contigo em teu lar. Mas, em primeiro lugar, educa os teus ouvidos, afina os teus sentimentos, para saberes escutar e, em seguida, saberes falar aos que te ouvem.
Livro: Tua Casa.
Ayrtes / João Nunes Maia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Oração

Oração

Nossa Receita