terça-feira, 5 de maio de 2015

Lisonja – Carlos Torres Pastorino.

Afaste de si o veneno da lisonja.
Não creia naqueles que o elogiam sem motivo.
Prefira ouvir uma crítica honesta, a um galanteio vazio.
A crítica aos nossos atos poderá trazer-nos o alerta de que necessitamos para corrigir-nos.
O elogio fácil nos amolece e ilude.
E nada existe de mais frágil que uma criatura iludida a seu próprio respeito.
Livro: Minutos de Sabedoria.
Carlos Torres Pastorino.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Oração

Oração

Nossa Receita