domingo, 27 de abril de 2014

Correspondência - André Luiz.

Cultive brevidade e precisão em seu noticiário, sem cair na secura.
Uma carta é um retrato espiritual de quem a escreve.
Cuidaremos de escrita bem traçada, porquanto não nos será lícito transformar os amigos em decifradores de hieróglifos.
Não escrever cartas em momentos de crise ou de excitação.
Sempre que possível, as nossas notícias devem ser mensageiras de paz e otimismo, esperança e alegria.
Escreva construindo.
Uma carta que saia de seu punho é você conversando.
Qualquer assunto pode ser tratado com altura e benevolência.
Quando você não possa grafar boas referências, em relação à determinada pessoa, vale mais silenciar quanto a ela.
Somos responsáveis pelas imagens que criamos na mente dos outros, não apenas através do que falamos, mas igualmente através de tudo aquio que escrevemos.
Livro: Sinal Verde.
André Luiz / Chico Xavier.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Oração

Oração

Nossa Receita