terça-feira, 1 de abril de 2014

O Dia de Hoje - Joanna de Ângelis

Acordaste um tanto entristecido, demonstrando amargura em tua face?
Esqueça de tudo que possa te desesperar e agradeça o dia de hoje.
Perdeste o emprego em momento que mais necessitavas dele para a concretização de antigo sonho familiar?
Não permita que a dificuldade deteriore teus anelos mais sublimes e mesmo em prantos, agradeça o dia de hoje.
A distancia contribuiu para a perda de um amor fugidio o qual dedicavas cuidados e esperanças em tempo integral?
Abdica da aparente idéia de alegria e agradeça o dia de hoje.
Agradeça sempre que a vida te convidar as reflexões mais profundas de tua conduta ou de teus desejos, pois muitas vezes aquilo que acreditas ser diamantina felicidade, e’ detrito em ouropel.
Mesmo cambaleante e aflito não te creias esquecido pela grande Causa de onde tudo provém...
Sem que percebas, de múltiplas formas Deus e Seus enviados estão a zelar por ti e por milhões de almas em sofrimentos maiores que os teus.
Como não entendes a origem de todo choro e de todo sorriso, praticas a observação imediatista e só enxergas, ‘’teu próprio umbigo’’.
Seguindo convicto em busca da real felicidade, todo candidato à vitória intima encontra no prazer de auxiliar os sofredores as respostas para suas próprias dores e algemas.
De peito contrito santos ocidentais e grandes almas orientais, buscaram a liberdade e a felicidade, doando-se ao semelhante.
Entre as nobres verdades que reinam no cosmo infindo, uma delas e’ que tudo que se faz a outrem, produz carga reflexa de igual ou maior intensidade.
Quem ama e nada pede em troca e’ feliz por amar sem necessitar ser amado.
Quem doa e recebe indiferença já e’ feliz por estar na condição de quem oferta e não de quem clama auxilio.
Felicidade não e’ alegria, pois alegria e’ da Terra e a felicidade e’ dos céus...A alegria e’ sempre passageira, enquanto felicidade e’ estado de espírito vencedor, e’ conquista inalienável de quem já se descobriu como co-criador do universo.
Durante as zurzes então, procura o amparo de uma conversa amiga ou a convivência de almas afins. Medita sempre que possível e mais quando parecer impossível, para que teu anjo guardião possa inspirar-te no que deves fazer e no que deves reavaliar.
Não existe acidente de percurso, como normalmente se conceitua na Terra... Aquilo que parece não ter sido programado, na verdade pode não ter sido roteiro programado, no entanto, já era conseqüência esperada, pois erros e acertos sucessivamente repetidos, criam uma propensão considerável de nova repetição.
Desta forma, bafejado pela alegria ou pela dificuldade momentânea, agradeça pelo dia de hoje, pois muitos sequer conseguiram abrir os olhos e tu, pudeste ver o brilho do sol, ou as gotas da tempestade.
Relembra que há no mundo homens e mulheres em condições variadas que desperdiçam rios de dinheiro em futilidades, enquanto outros se alimentam de roedores nas vielas do desanimo ou agonizam sedentos nos desertos da indiferença.
E tu, mesmo que diante de uma mesa humilde, podes degustar um naco de pão e sorver a água de uma moringa humilde.
Aquilo que hoje vergasta a face da aparente vitima, muita vez e’ conseqüência da própria imprevidência. No entanto nenhum ofensor foge para sempre da divida adquirida.
Rico ou pobre, sorridente ou confuso, levanta a cabeça e persevera, agradecendo o dia de hoje, que e’ o dia mais importante de tua caminhada para a felicidade, pois o dia de hoje, só terás uma vez.
Joanna de Ângelis / Divaldo Franco.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Oração

Oração

Nossa Receita