sexta-feira, 23 de maio de 2014

Teu Asseio - Ayrtes

O asseio é o primeiro aspecto em uma casa a se observar nos seus moradores, visitas ou amigos acostumados na convivência do lar. Logo o teu raciocínio trabralha, mostrando-te em silêncio como vai o asseio da casa em que estás. Ele deve fazer parte da vida dos moradores.
A mulher, tanto quanto o homem, deve preocupar-se com o cuidado da casa onde mora, porque mostrando decência aos que chegam, mostra que quem está morando ali, se por ventura não possui virtudes, é assim admirado pela higiene, que se manifesta na ordem das coisas, na limpeza dos móveis e da própria residência.
E é bom que não te esqueças do asseio de ti mesmo; não precisas ser rico e usar do luxo, para manter a higiene individual, e se possível, como achamos de melhor alvitre, mantém a higiene mental, para corresponder ao capricho de tua casa. Eis que deste modo estarás atraindo boas companhias espirituais para a tua residência.
A palavra que anotamos para uma conversa mais longa é Atividade. Um lar está sempre em Atividade; basta que orientemos bem o trabalho de cada um. Que nunca falte diligência entre os membros da família, como uma escola onde podes aprender tanto, quanto às necessidades. O dever dos pais é fazer por onde os filhos se inspirem com os cuidados que requerem asseio: fazer voltar a vasilha de onde a tirou, conhecer e usar todos os métodos de limpeza, fazendo-a com alegria, cuidar bem de seus próprios corpos, familiarizar-se com a boa alimentação e, quando na mesa, nunca se esquecer de rememorar para que serve o alimento, triturando-o com paciência, sem o desperdício e o exagero. Dar sempre o exemplo de economia sem o apego que se transforma em usura.
Não estamos traçando regras impossíveis às criaturas; se não podes fazer tudo o que por vezes assinalamos, um pouco pelo menos está ao alcance de todos. As pessoas de menos recursos, principalmente, devem abster-se de certos hábitos e vícios inconvenientes; se já estão dependentes, procurem esforçar-se; do mesmo modo que se prenderam a eles, poderão se libertar.
Avança com presteza para a aquisição de bons costumes, que forças espirituais te ajudarão todos os dias; mas, se não te esforçares, fecharás as portas de ajuda aos Benfeitores Espirituais. Confia em Deus e em ti mesmo e trabalha no sentido de que a tua melhora deve se processar pelo teu próprio esforço. Se não confias em ti mesmo, em quem mais poderás confiar?
Começa pelo asseio em ti e em teu lar e depois passa para o teu asseio espiritual - saber conversar assuntos elevados, não ferir aos companheiros, não fazer ambiente para a maledicência, não criticar irmãos. Lembra-te de que os teus filhos são teus espelhos; se desejas filhos bons, ensina-lhes a bondade; se desejas filhos honestos, mostra-lhes a honestidade pela tua vida; se desejas filhos dedicados ao asseio, prova-o pelo exemplo; e nestes caminhos saberás mostrar outros hábitos da mesma dimensão do Bem, na harmonia do conjunto. Um dos mais elevados asseios é do pensamento; depois deves vigiar tua boca, Esta deve ser uma Atividade permanente, para que a consciência se tranqüilize e o coração se alegre em quaisquer situações da vida, em que a própria vida te colocou.
Livro: Tua Casa.
Ayrtes / João Nunes Maia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Oração

Oração

Nossa Receita