sábado, 26 de julho de 2014

MAGNETISMO, PILOTO DA SIMPATIA - Miramez

0388/LE
 Nos encontros que se dão com as pessoas, e dentre as quais se manifesta uma profunda simpatia, são Espíritos afins que carregam os mesmos ideais, na qualidade de vibrações análogas. A força que move tudo é o magnetismo, força piloto que forma o ambiente para esses encontros saudáveis, que podem ser, também, e quase sempre são, ligações de vidas passadas.
Quando se é atraído por outra pessoa, convém analisar qual o tipo de atração que os envolve, para que se possa aproveitar essas bênçãos da recordação, colocando-as a serviço da fraternidade pulsante no universo. Ainda há muito que conhecermos sobre a conduta das criaturas e as forças sublimadas que as ajudam a viver. Para saber o valor dos pensamentos, dos sentimentos elevados que se pode desprender do Espírito, basta analisar os poderes de Jesus e os Seus feitos, certificando-se aonde pode chegar. Todos somos filhos de Deus, com os mesmos direitos.
Não há ligações por acaso; existe uma energia divina que nos prende por simpatia, semelhança de vibrações que um transmite ao outro, qualidades imprimidas pelo amor ou pelo ódio nas fibras mais intimas de quem recebe ou doa. A intimidade do magnetismo é tocada por uma força gerada em cada ser. A humanidade já está de posse de muita ciência, esperando que seja dado o toque do amor, para que se completem certas descobertas. Esperemos o porvir. Em mundos adiantados, o magnetismo espiritual é o piloto de todos os movimentos para o bem, de todas as comunidades já limpas das paixões inferiores. Esse magnetismo espiritual, agente das belezas imortais, é conseqüência de mutações do éter cósmico, sob a influência de mãos angelicais. Essa energia é abundante em toda a criação; depende de quem as atrai para o serviço da fraternidade pura.
Ao encontrarmos alguém por quem nutrimos simpatia, não deixemos que passe a oportunidade, pois não há nada por acaso. Aproveitemos a oportunidade e canalizemos essa amizade na construção da nossa própria vida. Além desse magnetismo superior ajudar em certas recordações na sutileza da vida, pode ser usado, quando educado no Evangelho, para as conversações com nosso próximo, para tratamento dos enfermos, para fluidificação da água, bem como para emitir pensamentos de cura onde quer que seja.
Essas bênçãos de Deus não podem ser usadas no sentido de alimentar as inferioridades dos impulsos negativos, pois a resposta virá no mesmo teor da emissão. Quando conversarmos com alguém que esteja necessitando de amparo moral e que essa pessoa estiver se alimentando de forças inferiores, visualizemos em torno de nós uma onda magnética, onde a luz tenha o cunho da superioridade e a transmitamos, juntamente com o verbo, na plenitude da paz e do amor, e seremos abençoados por Espíritos dos mesmos sentimentos.
Jesus era hábil nessa ciência, operando fenômenos de todas modalidades. Usemos desse magnetismo divino, para desfazer a antipatia que alguém tenha de nós. Não paguemos o ódio com o ódio, mas, sim, desfaçamo-lo com o amor. O bem é sempre uma qualidade divina nas mãos humanas.
Livro: Filosofia Espírita – Volume VIII
Miramez - João Nunes Maia.
Estudando O Livro dos Espíritos – Allan Kardec.
388. Os encontros, que costumam dar-se, de algumas pessoas e que comumente se atribuem ao acaso, não serão efeito de uma certa relação de simpatia?
Entre os seres pensantes há ligação que ainda não conheceis. O magnetismo é o piloto desta ciência, que mais tarde compreendereis melhor.

Um comentário:

  1. Tudo é magnetismo. Numa situação de conflito ou hostilidade, se não puder evitá-la ou ficar calmo, afaste-se. É melhor ir para longe e manter o equilíbrio do que entrar no desequilíbrio do outro!
    M.C.

    ResponderExcluir

Oração

Oração

Nossa Receita