domingo, 6 de julho de 2014

Mãos de Luz – Miramez.

Nossas mãos poderão tornar-se mãos de luz, sendo guiadas pelo bi-impulso oriundo do cérebro e do coração, amplitude microcósmica do nosso mundo interno.
As tuas mãos podem ser em todos os rumos do saber, como instrumentos benfeitores da vida em serviço de Deus. Medita, meu filho, no que fizeram as mãos do Cristo e põe as tuas no trabalho alinhado pelo Evangelho. Muitos pensam que a felicidade se encontra distante de nós. Deus não faria isso com seus filhos. Tudo o que quiseres, tudo o que pedires com fé, receberás com abundância. Basta saber o que significa pedir. Aprendamos a pedir ao nosso Pai que está nos céus, que Ele, como Pai amoroso e santo, atender-nos-á com amabilidade, convocando-nos para mais vida. Para mais paz, para mais trabalho, para mais conforto espiritual, para mais fraternidade, condicionando em nossos passos o amor mais puro que possamos conceber. Entrelacermos as mãos em sequências intermináveis, para que consolidemos o bem em todas as frentes do trabalho do Cristo, aproveitando e abençoando pela caridade o espaço do tempo, de modo a vivermos permanentemente com Jesus, vendo o Divino Mestre a nos induzir para a felicidade eterna.
As nossas mãos são lâmpadas que deverão se acender em Cristo para iluminar o mundo e a nossa própria consciência. Ao tocar as mãos dos amigos, não te esqueças de imprimir nelas o amor que consolida a amizade, a alegria que acende a vida e a serenidade que garante a paz. Quantas mãos existem no mundo de Deus? A nossa esperança é que elas, algum dia, possam ser todas ligadas com a inteligência disciplinada em Cristo e no coração educado no Evangelho. Então, todas levantadas em gratidão a Deus, tornar-se-ão como estrelas nos céus das noites escuras.
Mas, não ficamos somente nas mãos; tudo em nós pode se acender, brilhar como os astros; basta que o Cristo nasça em nós, para sermos motivo de glória. Brilhe a tua cabeça na cabeça do Mestre; brilhe a tua língua como sendo a de Jesus; brilhe a tua fala, como sendo a palavra de Jesus; brilhe os teus olhos, como sendo os olhos do Divino Amigo. Com este esforço cristão todo os dias; passarás a ser um sol, senão uma constelação de Deus, brilhando no mundo de ti mesmo, pela vontade da grande Força Soberana.
Mas, por enquanto, companheiro, começa a trabalhar com as tuas mãos, mesmo que elas estejam no escuro formado pela ignorância que, de passo a passo, de minuto a minuto, de dia a dia e de ano para ano, alcançaras a vitória sobre ti mesmo, com as claridades internas, como segurança eterna salvação.
Movimenta as tuas mãos agora, hoje, neste momento, no perdão que tranqüiliza, na caridade que liberta e no amor que ilumina. Assim, no amanhã, estarás em plena sintonia de Deus e palmilhando os mesmos caminhos de Jesus. Se tuas mãos brilharem com o amor que o Cristo nos ensinou e viveu, elas acesas, te mostrarão o caminho a seguir.
Livro: Força Soberana.
Miramez / João Nunes Maia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Oração

Oração

Nossa Receita