terça-feira, 14 de abril de 2015

Tesouro Oculto – Martins Peralva.

O Reino de Deus está dentro de vós. Lucas, 17:21
Interrogado, certa vez, pelos fariseus, quando viria o Reino de Deus, explicou­-lhes Jesus que o Reino de Deus estava “dentro deles”.
De acordo com as palavras do Mestre, o Reino de Deus está, encoberto, dentro de nós.
Dentro dos fariseus, homens formalistas, insinceros, como também dentro dos discípulos, homens evangelizados, francos e leais.
Nos redutos mais íntimos de nossa consciência. No santuário de nosso coração.
Nas entranhas mais profundas de nossa individualidade espiritual.
Cabe-­nos, pois, unicamente, o dever e o esforço por sua descoberta, a fim de que seja abreviada a nossa felicidade.
“O Reino dos Céus é semelhante a um tesouro oculto no campo, o qual certo homem, tendo-­o achado, escondeu. E, transbordante de alegria, vai, vende tudo o que tem, e compra aquele campo.”
Como se vê, há quem ainda não o tenha, há quem já o possua, porém há recursos para que todos o possam adquirir pelo esforço próprio.
“O Reino dos Céus é também semelhante a um negociante que procura boas pérolas; e, tendo achado uma pérola de grande valor, vendeu tudo o que possuía, e a comprou”.
Deduz-­se, da palavra do Senhor, que o Céu é a mesma coisa que o Reino de Deus. Quando tivermos adquirido compreensão e virtudes capazes de nos levar à integração com o pensamento evangélico, entraremos no gozo, na posse das primícias celestiais.
Enquanto não sentirmos paz dentro de nós — fiquemos sabendo que o Céu não está em nós, nem nós estamos no Céu.
O Reino de Deus ainda não foi por nós descoberto. O tesouro permanece oculto — mas nós ainda não o vimos. A pérola já se encontra à venda — mas o negociante ainda não a encontrou. Céu é quietude interior, quer estejamos encarnados ou desencarnados.
O Céu está na consciência isenta de remorsos. Na mente sintonizada com o Alto. No coração incessantemente devotado ao Trabalho edificante. Na alma sinceramente resignada na Dor.
Quando a soma dessas “realidades espirituais” houver trazido quietude e serenidade ao nosso coração — teremos descoberto, dentro de nós, o Reino de Deus. Seremos como o homem que, transbordante de alegria, vendeu  tudo o que tinha e comprou o campo onde estava oculto o tesouro. Ou como o negociante que, jubiloso, vendeu tudo o que possuía e comprou a pérola.
Estaremos, pois, no Céu. E as palavras de Jesus — “O Reino de Deus está dentro de vós” — estarão, obviamente, confirmadas. Plenamente confirmadas, como não podia deixar de ser...
Livro: Estudando O Evangelho.
Martins Peralva.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Oração

Oração

Nossa Receita