terça-feira, 24 de dezembro de 2013

A ANGÚSTIA DE "NÃO SABER" - Frederico Menezes

Penso que saber é mais poderoso que apenas crer, no tocante à fé. Crer pode ser resultante de uma tradição familiar sem, contudo, estabelecer-se na alma uma convicção capaz de enfrentar os desafios e os problemas cara à cara. Saber implica em compreender, estabelecendo a fé em patamares da mais profunda razão, com raízes luminosas, fruto do devido entendimento. Eu não só creio que sou imortal. Eu sei que o sou. Não só creio em Deus. Posso dizer que sei DELE. Isso engloba algo compreender  da razão das coisas, da inteligência inerente no universo, na vida. Esse tipo de fé nos equipa para a vida. Está estruturada no bom senso, na razão, no conhecimento.
Existe a angústia da ignorância, aqui colocada no sentido de desconhecimento. Essa angústia gera insegurança, medo, temor, dúvidas intensas, sobretudo ante os momentos de provação. É a angústia do não saber. É a fé que não resiste aos primeiros vendavais ou, até mesmo, a uma brisa mais forte de adversidade. A infantil relação com um Deus que apequenamos com os velhos conceitos antropomórficos da divindade resulta numa relação tambem problemática conosco mesmo. Conflitos nascem dessa temerária incerteza sobre a Inteligência governante nos Universos. O temor da morte se desenvolve sorrateiro, entranhando-se na consciencia atormentada pelo nada ou pelo conceito de um "Deus" vingativo, colérico, que nada tem a ver com o Criador amoroso e Bom que a tudo provê para que os espíritos evoluam e alcancem a plenitude.
A angústia de não saber produz espinhos e estado de incompletude e solidão, desvitalizando as criaturas e provocando descrença e revolta, abatimento e depressão. Instruir-se é fundamental. A verdadeira religião prima pelo estudo, pelo conhecimento de braços dados com a ciência, gerando uma filosofia baseada em fatos, na análise de tudo o que nos cerca. A crença consistente na transcendencia da vida não tem qualquer receio daquilo que o conhecimento científico nos concede. Ao contrário, necessita dele para consolidar o que será a fé inquebrantável do novo tempo, ou seja, a fé raciocinada difundida pelo espiritismo.
Vamos "saber", fortalecendo nossa crença?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Oração

Oração

Nossa Receita