sábado, 28 de março de 2015

Bovo kaj Rano – Ezopo./ O Boi e a Rã – Esopo.

Bovo kaj Rano – Ezopo.
Bovo iris al lageto por trinki akvon. Tie li piedpremis aron da ranidoj kaj mortigis unu. Post kiam la patrino de ranidoj revenis, vidinte unu filon foresti, ŝi demandis al liaj fratoj, kie li iris. Ranido respondis, "Kara panjo, li jam mortis. Ĵus granda kvar-pieda besto venis al la rando de lageto kaj premmortigis nian fraton per sia hufo."
Pufigante sin energie, ŝi demandis, "Ĉu la besto estas tiel granda, kiel mi?"
La ranido diris, "Panjo, ne pufigu vin plu. Mi pensas, ke vi neeble fariĝus tiel granda kiel la besto. Se vi pufigus vin plu, vi krevigus vian ventron."
"Malgrandeco neniel povas sin kompari kun grandeco."
O Boi e a Rã – Esopo.
Um Boi foi água num brejo, acidentalmente pisa numa ninhada de rãs e esmaga uma delas.
A mãe das Rãs, ao sentir pela falta de um dos seus filhotes, pergunta aos seus irmãos o que aconteceu com ele.
Ele foi morto! Há poucos minutos atrás, uma enorme Besta, com quatro grandes patas rachadas ao meio, veio até a lagoa e pisou em cima dele.
A mãe começa a inchar e pergunta:
A besta era maior do que eu estou agora?
O filho pede para ela parar de inchar - não se aborreça, mas eu lhe asseguro, por mais que tente, você explodiria antes de conseguir ficar o tamanho daquele Monstro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Oração

Oração

Nossa Receita