terça-feira, 31 de março de 2015

EM TORNO DA FELICIDADE - Joanna de Ângelis.

A felicidade real não é encontrada na Terra. Pode, porém, ser cultivada no imo de cada um.
É uma utopia das mentes fantasiosas a felicidade compreendida por ócio e fartura das coisas ou por ausência de preocupação e dever.
É indispensável propiciá-la aos outros para receber o retorno de seus efeitos saudáveis.
Quem amealha excesso experimenta insatisfação e desconforto íntimo.
Aprende a repartir oportunidades e não alardeies tuas realizações, gerando disputas.
Se estás em posição de relevo, previne-te contra a inveja, usando a situação para melhor ajudar.
Destaque em ti pode ser despeito em outrem.
Atividade é fator de enriquecimento emocional e social, mas solidariedade é bênção de felicidade para todos.
A sós, ninguém consegue ser feliz.
Acúmulos e exageros da posse respondem por delitos, dores e impiedade da violência.
A felicidade recomenda gerar trabalho, repartir esperança, distribuir alegria, promover educação, para que a paz e o bem-estar prevaleçam.
Joanna de Ângelis / Divaldo Franco
Livro: Otimismo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Oração

Oração

Nossa Receita